As origens do cold brew

Barista

Hit nos dias quentes, o café gelado não é uma ideia recente, como poderíamos imaginar. Tanto que a história da técnica conhecida como cold brew nos leva ao século XVII! Para quem não a conhece, explicamos: Nela, a bebida demora aproximadamente 24h para ser produzida, com o pó de café sendo adicionado diretamente à água em temperatura ambiente (e posteriormente refrigerada).

cold-brewO método nasceu da necessidade de levar um concentrado de grão já preparado em viagens e guerras. Segundo os historiadores, a ideia surgiu com os holandeses e ficou famosa entre os japoneses – já acostumados com o mesmo modo de produção para chás.

O livro Civil War Recipes: Receipts from the Pages of Godey’s Lady’s Book relata uma receita de xarope de café. Ela se assemelha muito ao cold brew e é recomendada para “quem prosseguirá em uma longa viagem”, criando um reduzido do grão que será posteriormente adicionado à água fervente para obter o café tradicional.

Você leu certo: Inicialmente, o cold brew era feito com água quente. Foi na França que o concentrado passou a ser apresentado gelado e adoçado, de uma maneira mais semelhante a que utilizamos hoje. Isso ocorreu por volta de 1837.

A partir daí, a ideia se espalhou e, no século XX, já existiam versões do cold brew (em latas e garrafas) no mercado. E, como consequência, nasceram novos métodos de preparo da bebida gelada. O boom desse formato aconteceu no Japão, na década de 1960. Mas isso já é assunto para outro texto…

Por: Carolina Gasparini

 

Escrito por Mexido de Ideias em Barista