Café gelado no mundo – Japão

Cafés pelo Mundo

Gelado e em lata! É assim que os japoneses adoram seus cafés. A variedade é grande e vai desde bebidas com ou sem leite e creme e ainda pode-se escolher a quantidade de açúcar. Elas vêm de máquinas automáticas iguais as que compramos doces e salgados aqui no Brasil e são unanimidade. Tanto, que o mercado dessas bebidas já superou há muito tempo o de refrigerantes.

Entre os diversos tipos e marcas disponíveis no mercado japonês, curiosamente, o café brasileiro se destaca. O chamado Georgia Vintage, feito pela Coca-Cola, é totalmente produzido no Brasil. O grão arábica vem de fazendas do país e é mantido em repouso no coco (na casca), dentro de tulhas de madeira por muito tempo.

O sucesso desse café é tanto que o produto está disponível em cerca de 1 milhão de vending machines (nome dado às máquinas de venda) do Japão. A própria Coca-Cola lucra mais com a venda desses cafés do que com seu famoso e único refrigerante sabor cola, conhecido em todo o mundo.

Mas, não somos o único produtor sul-americano a brilhar nos cafés japoneses. O grão colombiano também faz parte da composição do Georgia Emerald Mountain, que tem o mesmo conceito no Vintage: é gelado e em lata. O Emerald vende cerca de 650 milhões de latas por ano, levando consigo o selo na FNC (Federação Nacional do Café). Há versões em diferentes sabores e tipos.

A marca Georgia usa há cerca de 18 anos os cafés da Colômbia em seus produtos. Ela é grande responsável por tornar a bebida famosa no Japão, trazendo grande prestígio ao trabalho feito pelos colombianos.

Para matar a curiosidade enquanto não conseguimos degustar a bebida, encontramos um vídeo (em inglês) que descreve sensorialmente o produto.

Por: Lucas Tavares

Escrito por Mexido de Ideias em Cafés pelo Mundo