Confeitaria Colombo: 120 anos de história no Rio de Janeiro

Cafés pelo Mundo

Ela já foi considerada uma espécie de extensão da Academia Brasileira de Letras, tamanha era a quantidade de influentes que frequentavam suas mesas para apreciar uma boa xícara de café ou chá. Estamos falando da Confeitaria Colombo, que desde 1894 faz muito sucesso no Rio de Janeiro. Já são 120 anos de estrada e, desde 1983, Patrimônio Histórico e Artístico da cidade maravilhosa. Você vai se encantar com a história de um local que ficou preso no tempo e ainda parece fazer parte da belle époque brasileira!

A confeitaria, fundada pelos portugueses Joaquim Borges de Meireles e Manuel José Lebrão, se destaca por manter a mesma decoração desde os tempos mais luxuosos da República. Dentro do local, há espelhos belgas de uma tonelada e meia, emoldurados com madeira de jacarandá, herança da art nouveau. Também existem bancadas de mármore italiano e mobiliário de época. Praticamente uma imersão ao século XIX, um período em que a capital do Brasil tentava – e conseguia – se parecer com Paris.

O local servia de palco para inúmeros debates sobre política, literatura e até de decisões históricas. Todos regados com uma xícara quentinha! Entre seus icônicos clientes estavam Olavo Bilac, Machado de Assis, Getúlio Vargas, Heitor Villa-Lobos, Juscelino Kubitschek e Chiquinha Gonzaga. Até a rainha Elizabeth da Inglaterra já passou por lá.

Muitos dizem ainda se lembrar dos pratos favoritos de cada um dos célebres visitantes. Bilac adorava camarão empanado. Já Machado arrastava suas asas para os folhados de presunto e queijo.

E falando em comida, a Confeitaria Colombo também é conhecida por outro detalhe: seus deliciosos doces e salgados. Ao todo, são 50 mil de cada por mês, o que totaliza 4 mil toneladas de farinha, 3 toneladas de açúcar e cerca de 25 mil ovos. Muita coisa, não é mesmo?

Acreditamos ser destino obrigatório para quem está de passagem pelo Rio de Janeiro e deseja tomar um café com direito a uma aula de história. A visita vale tanto para presenciar tamanha beleza em sua decoração, como para encher a barriga com deliciosos aperitivos e pratos. Não perca!

Por: Lucas Tavares

Escrito por Mexido de Ideias em Cafés pelo Mundo