Crescimento de cafés especiais no Brasil

Barista, Curiosidades, Negócios

Que o brasileiro é apaixonado por cafezinho, é fato. Mas a preferência pelos chamados cafés especiais é novidade. Em uma pesquisa realizada pela Euromonitor, empresa sediada em Londres, foi apontado o crescimento de 18,1% no consumo de café gourmet no Brasil. Só em 2016, o setor movimentou R$ 3,2 bilhões no varejo, representando 5,1% do total de cafés comercializados no país.

Para se ter uma noção, enquanto o consumo do café tradicional cresce 2% ao ano, o dos cafés diferenciados aumentam, em média, 13%. Porém, a expansão não é recente.

O mercado dos cafés especiais começou a ter notoriedade no ano de 2000. Segundo profissionais da área, a busca por esse tipo de produto vem do desejo dos consumidores de experimentar sabores mais diversos.

Marcas como 3 Corações têm investido no setor. No ano passado, a Santa Clara, empresa que compõe o grupo, lançou a sua nova linha de cafés especiais chamada de “Reserva Especial”. São quatro opções: Cerrado Mineiro, Mogiana Paulista, Sul de Minas e Orgânico. Você pode saber melhor sobre cada um deles, clicando aqui.

E não para por aí: o Projeto Florada, além de unir e empoderar as mulheres na cadeia de produção cafeeira, lançou um produto diferenciado. O Café 3 Corações Florada Edição Especial foi cultivado por uma produtora da região do Sul de Minas Gerais e conta com certificado da BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais) e Rainforest Alliance. Você pode saber mais detalhes no link.

A tendência é que os cafés especiais só cresçam. De acordo com a pesquisa da Euromonitor, até 2021, cerca de 1,7 milhão de sacas de especiais deverão ser produzidas no Brasil. Os amantes de um bom café agradecem.

Escrito por Admin Mexido em Barista, coffeelover, Curiosidades, Negócios