Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Café é gostoso e faz bem

Novos estudos apontam mais benefícios no consumo do café.

Por Elisa Oliveira

Minha vontade é escrever que os cientistas podem falar o que quiserem do café que eu não o abandono. Mas as notícias são tão boas que me orgulho em gostar tanto do meu cafezinho. Além de me deixar atenta, rende bons momentos ao lado dos meus amigos, tanto em casa quanto na entrada do cinema. Em nosso primeiro post sobre os benefícios do café à saúde, vamos ao que interessa.

Café faz bem? Café faz mal? Quanto posso tomar? Tem certas perguntas e frases clichês que nos acompanham por toda a vida e outra delas é “tudo em excesso faz mal”. Li em um especial sobre café na Revista Veja que é consenso entre os pesquisadores que 4 xícaras de café são a quantidade ideal a ser consumida por dia. Por que a restrição? O ingrediente polêmico da composição do café é a cafeína, descoberta em 1820 pelo químico alemão Ferdnan Runge, apenas uma entre as 100 substâncias que compõem o grão.

Estimulante, é o item mais estudado pelos cientistas por causar dependência moderada.
Um consumidor regular de café sente falta da cafeína caso fique sem tomar a bebida como o habitual. Dizer que café tira o sono é verdade, mas apenas para quem não está acostumado ao seu consumo. E não é bacana tomar uma grande dose ao fim da noite para evitar a cama. O ideal é ingerir durante todo o dia beneficiando a atenção e a concentração.

Analisando os dados de uma tabela da Associação Brasileira de Nutrologia fica fácil falar dos benefícios funcionais dos antioxidantes e dos sais mineiras do grão. Afinal, são eles que combatem o envelhecimento das células e explicam seus efeitos protetores. O café tem mais antioxidantes que o badalado chá verde. Uma pesquisa em pessoas propensas a desenvolver diabetes 2 resultou em uma baixa de 60% de incidência da doença relacionado ao consumo diário de café por sua propriedade de baixar o nível de açúcar no sangue e acelerar o metabolismo.

O interessante nos estudos sobre o consumo do café são as discussões para dizer se ele é mais benéfico fraco ou forte. É café! Cada um toma da maneira que lhé é mais agradável. Os americanos preferem um copão da bebida bem ralinha e os brasileiros preferem uma xícara mais encorpada.

Um café, por favor!

– Ajuda a aliviar dores de cabeça. Alguns analgésicos possuem cafeína em sua fórmula.

– Um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, indica que o consumo regular e moderado de café pode reduzir os riscos da Diabetes 2 em até 60%.

– Alguns compostos do café agem como antidepressivos no circuito de prazer do cérebro.

– Beber entre um e três cafezinhos por dia ajudam no funcionamento do fígado.

– A cafeína acelera o metabolismo.

– O café combate o envelhecimento e protege o coração. Seus efeitos antioxidantes são comparáveis aos das vitaminas C, E e do betacaroteno.

Saúde

Cafeína no combate do Alzheimer e do Parkinson

Saúde

As vantagens do café para quem pratica esportes

Saúde

Tome café, a saúde agradece!

2 respostas para “Café é gostoso e faz bem”

  1. Sissym disse:

    Eu amo de paixão café e por isso mesmo sou muito seletiva.
    Existem muitas cafeterias que apresentam cafés "extraordinarios" mas que não me apetecem.
    Considero bom, mesmo que mais forte do que costumo tomar, mas que não deixa paladar ruim ou incomoda a digestão.

  2. Nelia disse:

    Adoro um bom café prefiro bem forte.Não me tira o sono tomo três chicaras por dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *