Café diminui riscos de esclerose múltipla

O café voltou ao noticiário médico com um novo estudo realizado por especialistas norte-americanos e suecos. Segundo a pesquisa, a bebida pode reduzir a chance do desenvolvimento da esclerose múltipla.

cafeO estudo foi realizado entre o Instituto Karolinska (Estocolmo, Suécia), a Universidade Johns Hopkins (Maryland, EUA) e a Universidade da Califórnia (Berkeley, EUA). O resultado revelou que consumir até seis xícaras de café por dia (aproximadamente 900 ml) pode reduzir os riscos da doença em até 30%.

Para elaborar a análise, os pesquisadores colheram depoimentos sobre hábitos alimentares e consumo de café de pessoas saudáveis e de portadores da esclerose múltipla. Ao analisar o consumo do grão antes e depois dos sintomas surgirem, eles excluíram fatores que poderiam ter desencadeado a doença.

Assim, chegaram à conclusão de que quem consumia menos café tinha chances maiores de sofrer com o problema. Apesar da boa notícia, os pesquisadores alertaram que o estudo foi totalmente observacional e que, para os efeitos do café contra a esclerose múltipla serem comprovados cientificamente, mais pesquisas são necessárias.

Por: Carolina Gasparini

Escrito por Mexido de Ideias em Saúde