Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Dicas práticas para a sua cozinha #13 – Chef Alex Gomes

Se você quer fritar um peixe delicado e não mergulhá-lo na gordura, nem servir empanado ou despedaçado, basta usar papel manteiga entre a frigideira e o peixe.

As coisas mais simples de serem feitas na cozinha, são as mais difíceis de fazer bem feito. Este é o caso do peixe! Qualquer erro ou falta de atenção pode acabar com o prato e até traumatizar seus convidados. Eu, por exemplo, não conseguia fritar um peixe sem empaná-lo. Isso até o chef Alex Gomes, do Morro Paulicéia, me ensinar um truque.

Se você quer fritar um peixe delicado e não mergulhá-lo na gordura, nem servir empanado ou despedaçado, basta usar papel manteiga entre a frigideira e o peixe. O primeiro passo é passar um pouco de gordura (pode ser óleo ou manteiga, como preferir) na panela e em cima do papel. Frite até o ponto desejado e pronto! “Seu peixe ficará perfeito, levemente dourado, não grudará na panela e nem se desmanchará na frigideira. Só cuidado com o ponto! Se deixar muito tempo o peixe ficará seco”, explica.

Utilizar ervas frescas para dar mais aromas e sabor ao prato é um luxo dedicado para quem mora perto de quitandas ou para quem tem paciência e espaço para cultivar seus próprios ingredientes. Para os demais, resta esta dica matadora: para conservar ervas frescas na geladeira, basta envolve-las em um pano úmido e manter em um recipiente fechado depois de higienizadas e secas. Um detalhe simples que dá mais sabor aos seus pratos e evita viagens constantes ao supermercado ou à sua hortinha.

3 respostas para “Dicas práticas para a sua cozinha #13 – Chef Alex Gomes”

  1. andrea disse:

    Que dica interessante a do peixe, vou testar um dia!
    bjs

  2. sandra disse:

    Vou testar, há peixe que solta muita água e quebradiço…tipo merluza do Alalsca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *