Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Coador de titânio para o seu café

O coador de titânio não afeta os sabores e não absorve os óleos essênciais do café. Mantém a temperatura ideal para o consumo da bebida por ser um excelente condutor de calor.

Durante a cobertura da aula sobre cafés da jornalista Giuliana Bastos e da barista Cecília Sanada, que aconteceu na Casa Cor 2010, o coador de titânio para filtrar o café foi citado e deixou todos os presentes bem curiosos. Eu já o conhecia, mas confesso que nunca usei. Diante da surpresa da maioria dos presentes na palestra, achei interessante falar um pouco sobre este utensílio aqui no Mexido.

Representado pelo símbolo Ti na tabela periódica, nunca se imaginou que ele pararia dentro de nossas cozinhas, preparando o bom e velho café. Com o formato igual do tradicional filtro de papel, o de titânio surgiu como uma alternativa mais duradoura para coar a bebida.

Ao contrário de muitos filtros de metal, o coador de titânio não afeta os sabores e não altera resultados de degustações do café. Apresenta um material anti-alérgico, antimicrobiano, não corrosivo e ainda é um excelente condutor de calor, mantendo a temperatura ideal para o consumo da bebida. É altamente recomendado por especialistas, pois sua malha bem fina metálica não absorve os óleos essênciais do café. Mas se você não é muito fã de pequenos sedimentos em sua xícara, a opção mais recomendada é continuar com os filtros de papel.

Atualmente a empresa dinamarquesa Bodum é uma das principais que comercializam o produto no mundo e a única que o disponibiliza aqui no Brasil, por intermédio da Octávio Café. O preço que é um pouco “salgadinho”. Enquanto ele é comercializado por R$ 357,15 no mercado brasileito, sites internacionais vendem produtos com o mesmo perfil por US$ 19.95 (ou cerca de R$ 37).

Diante de tantas opções de preparo de café, cabe a pergunta: qual utensílio é melhor para coar o café? Isso depende muito do que cada pessoa gosta e prefere. Se a presença dos óleos essenciais do grão é importante, prensa francesa e filtro de titânio são mais recomendados. Se a tradição prevalece, o coador de tecido é absoluto. Se você faz questão de um café totalmente livre de sedimentos, os filtros de papel são a solução. Na dúvida, tenha todos em casa para sempre variar o seu “pretinho básico”.

8 respostas para “Coador de titânio para o seu café”

  1. Marco De la Roche disse:

    Olá,
    Conheci o blog de vocês através da revista espresso..Adorei..parabéns.
    Eu utilizei um Gold Filter no Camp. Mundial de Coffee in Good Spirits…é fantástico..
    um abraço

    • kellystein disse:

      Olá Marco, tudo bem?
      Estamos felizes em saber que gostou de nosso conteúdo!
      Confesso que comprei um filtro de titânio somente agora durante minha viagem à França.
      Paguei 20 euros…agora vou experimentar 😉

      Esperamos sempre sua visita com comentários, dicas e sugestões 😉
      Abraços,
      Kelly

  2. Rodrigo disse:

    Olá, gostaria de saber se as partes pretas são de titânio ou qual é o material? Meu objetivo é na verdade não deixar o líquido quente em contato com o plástico, esse seria o coador ideal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *