Curiosidades sobre papilas gustativas

A realidade dos degustadores é cercada de detalhes e cuidados. O assunto é tão sério que muitos profissionais fazem seguros de suas línguas, pois ela é seu único e principal meio de trabalho. Além disso, eles também evitam certos hábitos que podem comprometer a capacidade de avaliar os sabores. Fumar e consumir bebidas alcoólicas, por exemplo, ficam fora de seu dia-a-dia. Tanto cuidado com as papilas gustativas me incentivou a pesquisar certas curiosidades sobre o assunto. Vamos a elas?

1 – Você sabia que a maior concentração de pessoas com mais capacidade de degustar está na América do Sul, Ásia e África?

2 – Quando homens e mulheres foram analisados separadamente, somente 15% dos homens tinham a capacidade de serem ótimos degustadores e este percentual subia bastante em relação às mulheres: 35% das mulheres se apresentaram como ótimas degustadoras. Esta conclusão foi feita por meio de resultados de alguns dos estudos feitos pela Universidade de Yale – University School of Medicine (Connecticut, USA).

3 – Quando transferimos a degustação para o café, as papilas gustativas são ferramentas importantes. Para garantir isenção, o método mais utilizado é o teste cego (blind test). Na minha opinião, esta é a forma mais justa de avaliar um café. Este formato é largamente utilizado pelos profissionais e na indústria do café para selecionar os grãos que irão compor os blends.

Como funciona a degustação de cafés?
Não é preciso venda nos olhos, nem salas sem luz. Os grãos avaliados são, primeiramente, torrados e moídos e, depois, são encaminhados para a mesa de prova. Os lotes (origem e produtores) são identificados por meio de números, os quais são desconhecidos pelo degustador. O profissional que prova senta-se à mesa e começa a avaliar os grãos sem saber o que está provando, como já expliquei em um post aqui.

Se você está curioso em saber se sua língua oferece boas condições para degustar café, preparei uma receitinha caseira.
1 – Coloque um esparadrapo cortado, com um furinho redondo de aproximadamente 7mm de diâmetro na ponta da língua.
2 – Pingue corante de alimentos na parte da língua que está dentro do furinho.
3 – Próximo passo é contar quantas bolinhas você tem neste furinho. Se for menos de 15 bolinhas, você é pouco sensível aos sabores. Caso tenha entre 15 e 35 bolinhas, você é um degustador normal. Se for mais que 35 bolinhas, você pode ser considerado um super degustador!

Faça o teste! Mesmo se o resultado não for muito positivo, não se preocupe. Muito treino e dedicação podem torná-lo em um ótimo degustador de café.

Escrito por Patrícia Nasser em Saúde