Especial Chá: A origem dos chás preto e verde

Cafés pelo Mundo

Você, com toda a certeza, já deve ter provado uma dessas duas versões da bebida quente. Mas, saberia dizer de onde elas vêm? O chá preto e o chá verde têm origem no lugar em que toda esta história com a bebida começou: a China. E, apesar de diferentes, ambos vêm de uma mesma planta: a “Camélia da China”.

O arbusto chamado Camellis sinensis é a origem dos chás considerados clássicos (preto, verde, branco etc.). Os demais são misturas ou blends com estas “ervas base” ou infusões de folhas, raízes, caules e outras partes de algumas plantas, como é o caso da cidreira, do boldo e de muitos outros. No caso do preto e verde, o que muda é o processo de fermentação presente no primeiro, que oxida as folhas e as deixa com a tonalidade mais escura.

Apesar de ter aparecido pela primeira vez na China e em seus escritos, o Japão também teve papel importante na difusão do chá. Diz a lenda que monges budistas japoneses foram para as terras chinesas a fim de estudar e, em seu retorno, trouxeram folhas da Camellis como presente ao imperador Shōmu.

Seja preto ou verde, o consenso que se chega é que ambos são ótimos aliados para a sua saúde! O primeiro, por exemplo, é altamente antioxidante, auxiliando na imunidade, protegendo contra o câncer e contra doenças do coração. Também é indicado para quem possui pressão alta, problemas de entupimento de artérias e para os preocupados com celulites e com o envelhecimento precoce.

Já o chá verde também ajuda o sistema imunológico, mantem o corpo hidratado, diminui o risco de doenças do coração e pode até reduzir tumores.

Por: Lucas Tavares

Escrito por Mexido de Ideias em Cafés pelo Mundo