Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Cuscuz Paulista

O cuscuz é considerado um prato típico de São Paulo. Traços da culinária caiçara agregaram peixe, camarão, palmito e outros ingredientes nessa mistura tão saborosa.

Essa receita da minha mãe é uma sofisticação à beira mar comparada ao seu ancestral, que cavalgava no lombo de cavalos dos bandeirantes paulistas, rumo Minas Gerais, em busca do ouro. Embrulhados em farnel de lenço, essa mistura de farinha de milho, mandioca e torresmo de porco ou feijão era um esboço singelo que do que viriam a se transformar quando aportaram em Minas. Assim, suportando longas caminhadas e aventuras, a culinária originalmente paulista foi se diluindo por outras regiões do Brasil.

O cuscuz é considerado um prato típico de São Paulo. Traços da culinária caiçara agregaram peixe, camarão, palmito e outros ingredientes nessa mistura tão saborosa. A tradição de se fazer o cuscuz na panela, ao invés da cuscuzeira (no vapor) é bem paulista. Sofisticação ou facilitação? Feito no vapor, ele se desfaz mais rapidamente, é mais seco e mais demorado no cozimento. Na panela, sua massa fica mais oleosa e compacta. Já presenciei prolongadas discussões em família sobre quem seria o vencedor. Para mim, é inegavelmente o de panela.

No Nordeste, o preparo é bem mais simples. Invariavelmente cozido no vapor, utiliza-se apenas a farinha de milho com um pouco de tapioca para dar liga. Servido no café da manhã com manteiga ou leite de côco, o cuscuz pode ser encontrado em outras refeições com feijão ou carne. Levando o nome original que alimentaram os bandeirantes, essas inúmeras variações compõem a riqueza de seus desdobramentos. Experimentem a paulista! Eu recomendo!

 

Ingredientes

• 400 gr de Flocão Claramil (ou farinha de milho em flocos)
• 2 colheres de farinha de mandioca crua (ou tapioca)
• 1 kg de camarão médio com casca
• 2 litros de água para ferver as cascas do camarão
• 6 tomates maduros sem pele cortados em cubinhos
• 1 colher (sopa) de massa de tomate
• 1 cebola grande picada
• 1 xícara de salsinha picada
• 1 xícara de cebolinha picada
• 6 dentes de alho amassados
• Óleo suficiente para refogar a cebola1/2 xícara de azeite
• Sal a gosto

• 3 ovos cozidos cortados em rodelas
• 1 vidro de palmito
• 1 lata de sardinhas em óleo
• 10 rodelas de azeitonas verdes

Modo de Preparo

Para fazer um molho bem gostoso aproveite as cascas do camarão. O primeiro passo é descascá-los e reserve. Em uma panela, refogue um pouco de cebola e alho com óleo. Acrescente as cascas de camarão e deixe soltar um pouco de água. Depois, acrescente 2 litros de água e deixe ferver. Coe e reserve. Num bowl grande, misture o Flocão com a farinha de mandioca. Acrescente a salsinha, a cebolinha, sal e um copo do caldo de camarão já frio. Reserve.

Numa panela grande refogue a cebola e o alho em óleo. Adicione os tomates, a massa de tomate e deixe refogar até os tomates desmancharem. Acrescente o que restou da água do camarão. Cozinhe até o molho ficar encorpado. Acrescente o camarão cru e cozinhe por aproximadamente 3 minutos.

Aos poucos, acrescente a farinha reservada mexendo sem parar até que ela absorva todo o molho e comece a formar uma crosta no fundo da panela. Adicione o azeite mexendo sempre.

Forre a forma de pudim com os ovos, azeitonas, palmito e sardinha da forma que lhe convier.

Vá colocando as camadas da massa e redecorando a forma. Aperte um pouco. Desenforme após ½ hora. Sirva com pimenta e limão.

Dicas:
1 - Peça para o peixeiro descascar o camarão. Leve as cascas, e faça o caldo como primeiro passo da receita.
2 - Use um pouco do alho cebola e óleo da receita para refogar as cascas.

Receitas

Tomate com cuscuz e café orgânico

Ocasião

Receitas para uma festa junina em casa

Receitas

Sagu de Cappuccino

5.091 respostas para “Cuscuz Paulista”

  1. maria Rodrigues disse:

    que foto linda! Dá até vontade de comer…

  2. mauríco craveiro disse:

    imagens deliciosas, vou ter q fazer logo……

  3. Elaine Silva disse:

    Que capricho…
    Foi a melhor receita de cuscuz paulista que vi e li.
    Parabén!

  4. Adrina Patricia disse:

    Faz tanto tempo que procuro essa receita ..Mas nenhuma me satisfazia!!! essa é perfeita.

  5. dany disse:

    adorei sua receita é bem facíl !

  6. Solange A,, Fogl disse:

    Uma dica para ele ficar mais úmidos leve depois de pronto antes de desenformar em banho maria por + ou – 20 minutos …desenformar depois de frio vcs vão ver que ele fica mais úmido e mais gostoso!

  7. Juliana D disse:

    Eu não tenho camarão, tenho sardinha, ovos, ervilha, tomate, o que eu posso fazer para dar um sabor a mais queria acrescentar uma pimentinha? adorei o modo de preparo e sempre quis fazer mas fico com medo de errar… agora para o natal é uma boa, me ajudem por favor!

    • Mexido de Ideias disse:

      Espero que tenha dado certo, com a sardinha, ovos e tomates e a sempre benvinda pimentinha.
      Um lindo 2015 para você,
      Abraços,
      Stela Morato.

  8. arnaldof disse:

    Uma correção. É um erro achar que peixe (ou camarão) = litoral e, portanto, caiçara.

    Essa só tornou uma relação verdadeira nas últimas quatro ou cinco décadas, quando caminhões frigoríficos espalharam o pescado marítimo (mais farto e barato) pelo interior, enquanto os rios interioranos se tornavam poluídos ou mesmo insuficientes para a crescente população paulista.

    Historicamente o estado de São Paulo é riquíssimo em rios e ribeirões e em todos eles havia muito o que pescar. Tanto os viajantes quanto as pessoas que iam se fixando pelo interior não deixavam de usar essa fonte de alimento.

    Como consequência, os peixes e camarões de água doce tornaram-se tradicionais no cardápio caipira.

    O cuscuz com camarões ou peixe é de origem caipira (onde o milho sempre prevaleceu) e não caiçara, culinária que sempre foi mais ligada à mandioca.

  9. Jacqueline Oliveira disse:

    Eu costumo usar esta receita: http://www.tudoreceitas.com/receita-de-cuscuz-a-p
    Mas depois de ver essas fotos vou ter que experimentar esta também!!! 🙂

  10. Edi boucas disse:

    Acabei de fazer um cuzcuz delicioso adoroooo fazer e comer o falto um pouco mais de pimenta mas esta divino quer experimentar?

    • mexidodeideias disse:

      Obrigado por dividir suas experiências na cozinha com a gente, Edi!
      Volte sempre para curtir as receitas do Mexido de Ideias. 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *