Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

O chá na alimentação das crianças

Descubra quais são os benefícios e os chás herbais mais interessantes para oferecer aos pequenos.

O consumo dos chás para aliviar alguns desconfortos típicos da infância é um hábito antigo. Afinal, as infusões herbais podem aliviar cólicas, gripes e desarranjos intestinais a partir dos seis meses de idade.

cha-criancasQuem nos ajudou a desvendar os benefícios do chá para os pequenos foi Marisa Graça, nutricionista dos hospitais Bandeirantes e Leforte. “A criança que consome diariamente essa bebida passa a ter menos problemas intestinais e desconfortos causados pelos gases, comuns nessa faixa etária”, conta.

Algumas infusões herbais também possuem propriedades calmantes, o que auxilia o sono e descanso do bebê. “Nesse sentido, o chá mais aconselhável é o de camomila”, comenta a especialista. Outras opções são os de erva-cidreira, capim-santo e erva-doce.

Sobre a quantidade, a nutricionista alerta que devem ser administradas pequenas doses. Enquanto houver amamentação, o chá deve ser servido em colheres, e não na mamadeira. “A infusão deve estar bem diluída e ser servida morna ou em temperatura ambiente, nunca quente”, alerta.

As ervas que contêm cafeína, como os chás preto, verde ou mate, não devem fazer parte da alimentação das crianças. “Eles contam com polifenóis e antioxidantes, substâncias que dificultam a absorção de cálcio e de ferro, imprescindíveis para o desenvolvimento infantil”.

Crianças raramente possuem intolerância às infusões herbais. Mas uma incompatibilidade pode ocorrer. Por isso, é importante sempre prestar atenção na reação dos pequenos. Além disso, a nutricionista alerta que o chá não deve ser adoçado. “Durante os primeiros anos de vida são formados os hábitos alimentares. Adoçar o chá pode associar matar a sede a líquidos adocicados.”

Seguindo as dicas acima, é possível tomar uma xícara junto com o filhote e curtir esse momento juntinhos e com segurança!

Por: Carolina Gasparini

2 respostas para “O chá na alimentação das crianças”

  1. Paula Naves disse:

    Conteúdo ótimo! Ebá!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *