Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Pavê do Papai

Deliciosa lembrança, dias antes do Natal os preparativos de minha família para o grande almoço do dia 25. Família italiana, o centro da comemoração, menino Jesus como símbolo sagrado, mas no ambiente profano a mesa farta de variadas iguarias.


Por vezes, o cabrito, lúdico animal de estimação, brinquedo de toda criançada acabava na mesa, degustado entre lágrimas e suspiros. Mas o que não esqueço é a “Zuppa Inglese”. Sobremesa, feita de pão de ló e biscoitos ingleses.

Sua origem é incerta, mas o nome vem da rica cozinha inglesa ‘Elizabetana’. É colorida por diversas bebidas e feita em camadas. Uma alegria para nossos olhos infantis: aromas, cores e sabores nunca antes navegados.

As crianças ajudavam na preparação, pois coisas simples como mergulhar as fatias dos biscoitos em licores exóticos e colocá-los devidamente ajustados, nos propiciava a mesma alegria que imagino hoje crianças montando bloquinhos de Lego.

Os biscoitos e o pão de ló eram acomodados em camadas tingidos pelos licores e a groselha acertava o tom. Vermelho. O que seria do mundo sem essa cor pulsante?

Mas digo tudo isso para explicar minha intenção em homenagear meu pai e todos os pais.

Aprendi essa receita com meus avós. Papai adora. Decidi verter para o português, modificá-la e acrescentar cappuccino, essa adorável bebida que caiu no gosto dos brasileiros e criar uma sobremesa que, certamente, agradará a todos.

Não é de fácil preparo, como não é fácil ser pai.

Eles merecem. Que você vá para a cozinha e dedique algum tempo de seu dia corrido para surpreendê-lo com uma adorável combinação de cores e sabores.

A “sopa inglesa” foi só uma referência. Propicio-me criar esta, com todo meu carinho de filha. Certamente todos os pais vão adorar.

Ingredientes

  • 8 gemas de ovo
  • ½ copo de açúcar
  • 1 xícara de leite
  • 1 colher de chá ou fava de baunilha
  • 400 gramas de chocolate meio amargo em barra
  • 1 cálice de café bem forte
  • 1 cálice de rum
  • 1 xícara de creme de leite
  • 500 gramas de biscoito inglês ou, se preferir, pão de ló cortado em retângulos.
  • 4 colheres de sopa de cappuccino dissolvidas em 1 copo de leite
  • 1 copo de groselha ( ou cherry brand)
  • 1 copo de vin santo ou vinho do porto

Modo de Preparo

Derreta o chocolate como preferir (em banho maria ou microondas). Bata bem com um fuet durante o processo. Acrescente o café e o rum batendo sempre. Reserve.

Para a cobertura, Derreta o chocolate como preferir (em banho maria ou microondas). Bata bem com um fuet durante o processo. Acrescente o café e o rum batendo sempre. Reserve.

Depois de pronto o creme e a cobertura de chocolate, proceda da seguinte maneira: Coloque o cappuccino, a groselha (ou cherry) e o vinho do porto (ou vin santo) em três pratos separados.

Forre uma travessa com um pouco do creme inglês. Em seguida, vá alternando as fatias de biscoito (ou pão de ló) mergulhando cada uma em cada um dos liquidos, intercalando sempre com um mergulho no liquido vermelho (groselha ou cherry).

Quando terminar uma camada, coloque a calda de chocolate formando riscos e proceda outra camada. Ao terminar coloque o creme.

Por fim, cubra com o que sobrou do creme e da cobertura de chocolate. Coloque a sobremesa tampada na geladeira. Ela deverá ser servida no dia seguinte.

Dica: Como eu disse, a receita pode ser feita com groselha ou cherry brand. Com cherry fica mais alcoólica. Porém, o vermelho é fundamental.

Bebidas

Café Amaretto

Receitas

Brigadeiro Recheado com Creme de Avelã e Café

Receitas

Bolo Formigueiro com Glacê de Café

5.091 respostas para “Pavê do Papai”

  1. Cibele Durães disse:

    Que coisa mórbida e horrível: comer o animal de estimação.Pobre cabrito. Ainda tem a coragem de falar que foi degustado entre lágrimas. Sou vegetariana e tenho um profundo amor e respeito pelos animais. E a cada dia, fico ainda mais decepcionada com as pessoas. Os animais, como nós, tem emoções e sentimentos. Aliás, nenhum animal deveria ser comida de ser humano. Todos tem diretio de viver e merecem mais respeito.Esse comentário foi simplesmente horrível

  2. Isabela disse:

    Por que será que as histórias deixam as receitas ainda mais gostosas? Adorei saborear o pavê e parece que o saboreio de novo ao ler a sua experiência de criança… As lembranças dão um toque doce e inocente bem no meio da língua. Depois tenho a sensação de que o sabor toma conta da minha boca inteira… sinto as palavras descerem pela minha garganta e se acomodarem facilmente no meu estômago para dali não sairem mais… Obrigada por compartilhar sua vivência comigo!

    Sobre o cabrito, é triste saber que as coisas aconteciam assim. Eu tb sou vegetariana, mas os anos são outros. Acho muita ingenuidade alguém querer que, em uma época tão diversa desta, as pessoas tivessem o mesmo grau de consciência de hoje. Wake up, Cibele! Greenpeace aqui não!

  3. Rubens Sayegh disse:

    Nooossa… Se eu tivesse visto essa produção, tão elaborada e caprichada, teria comido a TERCEIRA porção… Só comí duas vezes… E tem gente que diz que a gula é pecado… Prefiro entender a gula como uma vontade de "quero mais". Se alguma coisa é boa, porquê não querer mais? Esse Pavê do Papai estava "da hora"! Quanto aos vegetarianos… Que horror! Ceifar aquelas alfacezinhas inocentes, Remover cruelmente, as cascas dos pepinos e berinjelas, arrancar as cenouras de seus berços no solo… Ai… Acho que hoje nem vou conseguir dormir, com tanta crueldade!!!

  4. jussara gomes disse:

    "La zuppa inglese" a sobremesa preferida do Andrea, porem, aquela que preparava Elena, la sua mamma, que ha anos nao cozinha mais (ontem, 13 de Agosto completou 98 anos….) fico triste quando penso que nao aprendi a preparar aquela receita. Aqui na Italia usamos para o toque vermelho o ALQUERMES produto pouco usado nois ultimos tempos, o licor era um bom marsala e a cobertura final era….leopardata… com o creme ingles e o creme com chocolate. Era veramente buona!!!!

  5. Maria disse:

    Ola quando leite no creme ingles, seria quando coloca em banho maria, desde ja Obrigado…..

    • Mexido de Ideias disse:

      Oi Maria, obrigado pelo comentário!
      O banho maria é utilizado em dois momentos na receita:
      1) Na hora de fazer um creme com as gemas batidas na batedeira (para preparar o creme inglês).
      2) Quando for preparar a cobertura, derretendo o chocolate.
      Qualquer dúvida estamos por aqui!
      Atenciosamente,
      Equipe Mexido de Ideias

      • Maria disse:

        Obrigado responder mas infelizmente você conseguiu entender a minha pergunta peço perdão, eu disse em momento o leite é acrescentado no creme em inglês, se ela durante o processo de banho maria, Desde já obrigada Em 10/06/2016 11:42, “Disqus” escreveu:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *