Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

CANECA DE INFÂNCIA

Sabe aquele presente de infância que te faz lembrar de como é bom ser criança? Então, confira a história da estudante Ana Lúcia é assim.

Um sorriso, um cheiro ou uma foto são suficientes para te transportar para um tempo/época que não volta mais. Quem nunca lembrou da infância com ares nostálgicos, não é mesmo? Foi exatamente isso que aconteceu quando a estudante de jornalismo Ana Lúcia Pinto, de 21 anos, encontrou sua caneca.

A estudante ganhou a porcelana de sua mãe quando tinha apenas quatro anos de idade. Ela conta que, na época, “ainda não era apaixonada por café, mas gostava de tomar leite com chocolate ou com cereais. Passei boas tardes assistindo Castelo Rá-Tim-Bum (programa transmitido pelo Canal Cultura) com essa caneca”.

Quando encontrou o presente esquecido em um armário de sua casa, “foi uma sensação muito gostosa, lembrar a infância, sentir o gosto de ser criança”, diz.

Para Ana, não existe muita emoção nos espressos. “Bom mesmo é o café de minha avó, que tem aquele cheirinho que fica na casa toda no domingo de tarde”, diz. Ao degustar uma xícara da bebida, a estudante tem muitas lembranças boas: “Além do cheiro do café me lembrar aconchego, é sempre bom comer alguma coisa acompanhado dele”.

Ela toma quando acorda, no trabalho e sempre que consegue encher uma boa caneca com a bebida.

Também tem uma xícara ou caneca que te traz esses sentimentos bons de se lembrar? Mande sua história para o Museu da Xícara! Entre em contato pelo email contato@mexidodeideias.com.br

 

Por: Lucas Tavares

Bebidas

Café Amaretto

Receitas

Brigadeiro Recheado com Creme de Avelã e Café

Receitas

Bolo Formigueiro com Glacê de Café

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *