Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site. Você pode saber mais sobre isso em nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

CONTINUAR E FECHAR
Oferecido por

Purê de mandioca com chá de camomila

História ou receita? Os dois! Confira este passo a passo de Purê de mandioca com chá de camomila e se impressione com o conto de Stela Morato

Outro dia, Marcia e eu fomos convidadas para o sitio Tico Tico, de uma de nossas amigas. Ângela Aranha, dona da ”Casa de Livros”, simpática livraria dedicada a títulos infanto-juvenis. Foi nela que redescobri o encantamento infantil de ouvir contadores de histórias, função que nossas avós, mãe e tias já praticavam de maneira informal e hoje se tornou profissão. Palavras parecem se libertar em imagens na fala de um bom contador de histórias.

Logo cedo, com Ângela ao volante, saímos para o Tico Tico nos sentindo Emilias, Pedrinhos e  Narizinhos rumo ao sítio do Picapau amarelo. Aranha parou na estrada para comprar galinhas… Sim, galinhas. Com a mesma familiaridade com que ela escolhe os livros que vão compor a vitrine da livraria. Logo que as aves entraram no carro, vestidas na mesma saca de café, pensei que as ilustres passageiras não se comportariam bem, mas não é que esses bichos meio bobos, que mais conhecemos no prato, comportaram-se feito ladies em  colégio de freira! Logo nomeamos as meninas de Marcita e Stelita. E na chegada elas já foram introduzidas à corte do galinheiro, sob o olhar insolente do galo Beto Carreiro e ares alvoroçados das outras galinhas.

Ângela aproveitou o arredor para colher mandioca, coentros e camomila. E foi daí que nasceu essa primorosa receita. Certamente você não terá sempre um sítio aos seus pés, portanto abuse das benesses do mundo urbano: mandioca descascada, alho desidratado, cápsula de camomila…

E sabem o final da história. Depois do purê pronto, devorado e glorificado, voltamos ao galinheiro. Descobrimos na pele da Marcita o que era a “ordem das bicadas”. O galo tinha detonado Marcita de pele à pena, ela mais parecia um casco  de tartaruga de tão encolhida.

Tiramos a moribunda do galinheiro junto com Stelita, que ainda resistia bravamente aos maus tratos do arrogante Beto Carreiro. Marcita, depois de muito pouco tempo, recuperou-se e foi cuidar da vida na mata ao lado. A outra ficou um tempo em outro galinheiro e começou a botar ovos.

Mas querem saber os finalmentes mesmo? Beto Carreiro, o galo, que era presunçoso, atrevido e não respeitava as galinhas, foi pra panela. Hoje, a harmonia impera no galinheiro: Ângela  arranjou um galo que é um lorde, Beto Carreiro II. Stelita, Marcita e todas as outras dobraram a produção de ovos e serão felizes para sempre.

Moral da história: uma boa receita, quase sempre vem acompanhada de uma história.

Ingredientes

  • 800 gr de mandioca cozida e passada no espremedor
  • 2 cápsulas de chá de camomila TRES®
  • 2 dentes de alho cortados em lâminas
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • ½ xícara de leite
  • Sal e coentro a gosto

Modo de Preparo

Refogue o alho na manteiga. Quando estiver começando a dourar, coloque a mandioca e o leite. Misture bem.

Acrescente o chá de camomila, mexendo sempre. Acerte o sal.

Por fim, coloque os coentros picados. Sirva com linguiça ou salsicha de frango.

Bebidas

Drink de Frutas Vermelhas com Café

Destaque

Como Fazer Pudim de Café

Bebidas

Drink com Café Especial | Café Limonada

6 respostas para “Purê de mandioca com chá de camomila”

  1. regina disse:

    Adorei a receita e, principalmente, a história.

  2. Dora disse:

    Muito prática essa receita!

  3. Fernão disse:

    MMmm deve ficar melhor ainda sem o coentro, hehehe, brincadeira. Aliás muito louca essa história da ordem das bicadas, muuuuito diferente do que os humanos fazem. Será que elas aprenderam com a gente?

    • Mexido de Ideias disse:

      Olá, Fernão. Você pode adaptar a receita do jeito que mais agradar seu paladar. Também achamos a história das tais bicadas muito curiosa. Obrigado pelo comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *